Conheça as organizadoras e o conteúdo do curso:

O debate a respeito das questões étnico-raciais tem ganhado espaço não apenas no Brasil, mas no mundo. Trata-se de um momento histórico em que lideranças políticas, artistas e intelectuais de diversas áreas se voltam para pensar de que maneira tais relações marcam nossa experiência individual e coletiva. A educação brasileira deu um grande passo nesse sentido ao modificar sua Lei de Diretrizes e Bases incluindo a lei nº 10.369, que obriga todas as instituições de ensino a contemplarem em seus currículos a história e a cultura afro-brasileira, assim como a lei nº 11.645, que traz a obrigatoriedade do ensino de história e cultura indígena.

Dessa forma, faz-se necessário, aos profissionais da educação, compreender como se deu a formação do Brasil, suas relações étnico-raciais, os conceitos de raça, racismo e branquitude a fim de que, instrumentalizados, possam atuar de modo mais eficiente e eficaz não só na discussão sobre o tema, mas principalmente se engajarem na implementação efetiva das leis acima citadas e, consequentemente, construírem, juntamente com a sociedade, uma educação mais inclusiva, crítica e coerente.

No curso Todas as Vozes: Panorama das Relações Étnico-Raciais no Brasil, os participantes terão contato com conceitos cruciais para a compreensão das histórias das populações negra e indígena no Brasil, suas riquezas culturais e intelectuais, e sobre o silenciamento que ambos os povos sofreram ao longo dos séculos. O curso aborda, por exemplo, a branquitude, a resistência indígena, resistência negra, aspectos culturais de ambos os povos, suas expressões artísticas, grandes pensadoras e pensadores, feminismos, cotas, entre outros tópicos, seguindo e elucidando a perspectiva da decolonialidade.

O curso contará com uma equipe de docentes, responsáveis pela construção do curso, além da participação especial de convidadas e convidados – pessoas negras e indígenas –, por meio de entrevistas e discussões críticas sobre o tema, tendo em vista a importância da ampliação de canais e de discursos outros sobre a história e constituição do povo brasileiro, sobretudo daqueles que foram silenciados historicamente.

Cabe ainda destacar que o curso, apesar de se inserir em um projeto de formação de professores, é um curso fundamental e basilar nas discussões das relações étnico raciais e, portanto, é aberto a toda a sociedade brasileira e a todos os interessados.

 
 
Solte o widget aqui
Fechar Menu